Espaço de trabalho na Covid 19: desafios e oportunidades para o design desses espaços

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp
boy in green and black camouflage jacket wearing white mask
Como será a volta ao escritório após o COVID 19?
Photo by gryffyn m on Unsplash

O momento que atravessamos, com relação ao Covid 19, enche-nos de questionamentos a respeito de como lidaremos com nossos espaços de trabalho tradicionais, daqui em diante.

Sabemos que muitos segmentos pararam e sua cadeia produtiva sofreu uma ruptura nunca antes vista no pós segunda-guerra, a exemplo do segmento automotivo, aeroviário, imobiliário e de lazer, etc. 

Em contrapartida, outros estão em plena capacidade de operação: o comércio eletrônico, deliveries, alimentação e higiene pessoal, farmacêutico e EPI´s específicos.

Em meio a um surto de informações desencontradas e achismos estamos todos nós procurando por respostas e um caminho seguro a seguir.

O que sabemos de concreto é que teremos que “consertar o pneu com o carro em movimento” e nos reinventar ao passo que a realidade se define em uma velocidade ainda desconhecida.

Brooklyn Bridge during daytime
Covid 19: desafios e oportunidades
Photo by Kyle Tran on Unsplash

Desafios e Oportunidades

De qualquer forma, alguns desafios parecem bastante palpáveis. E as oportunidades, também.

A desaceleração da economia, segundo a JLL Research & Strategy, pode se dar de duas formas: ou leve a moderada e com recuperação no segundo semestre de 2020, ou severa e sustentada.

Em qualquer desses cenários, teremos de lidar com a nova perspectiva de uso e aproveitamento de espaços.

A preocupação e atenção em proteger os colaboradores e parceiros, e os cuidados com escritórios e instalações deverão ser redobradas.

Por outro lado, algumas empresas provavelmente perceberão que o trabalho remoto é viável e pode trazer alguns benefícios, como:

  • a redução de custos com deslocamento,
  • manutenção de  estacionamentos, refeitórios, copas, vestiários, pessoal de limpeza, 
  • diminuição de gastos com eletricidade, água e telefonia, 
  • minimização de despesas adicionais com supérfluos que agora serão notados.

Normas mais brandas e famílias mais próximas

Os governos do mundo todo estão atentos às consequências desse isolamento forçado, para a economia e os negócios, e buscam editar normas para abrandá-las.

As regras do trabalho remoto foram relaxadas para que o máximo de pessoas possam manter a sua fonte de renda  e, ao que tudo indica, a rotina de muitas pessoas tomará novos rumos quando tudo voltar ao “normal”.

Essa experiência tem servido para aproximar pais e filhos e facilitar  a entrada – e a manutenção – das mães nos seus postos de trabalho, que antes se restringiam em razão de rotinas de trabalho muito rígidas.

man in blue dress shirt sitting beside woman in gray shirt
Covid 19: desafios e oportunidades
Photo by American Heritage Chocolate on Unsplash

Horários alternativos e transportes mais fluídos

Com a necessidade de se criar um distanciamento social nos escritórios, refeitórios, restaurantes, etc, será necessário pensar em horários alternativos em que o fluxo de pessoas seja melhor distribuído ao longo dos dias. 

Pessoas notívagas que se viam obrigadas a cumprir um horário conflitante com seus hábitos terão oportunidade de negociar um cotidiano mais prazeroso. 

Outros terão tempo para ir a academia antes do trabalho, sem ter que acordar cedo demais.

E há os que vão preferir iniciar mais cedo para poder buscar os filhos na escola ou procurar uma segunda fonte de renda, depois do primeiro turno.

Com essa melhor distribuição de tempo, podemos imaginar que os transportes, como os trens, metrôs e ônibus fiquem menos sobrecarregados, nas horas tradicionais do rush. Pelo menos é o que se espera.

green-leafed plants
Photo by Belinda Fewings on Unsplash
Covid 19: desafios e oportunidades

Pausa para revigorar os espaços

A rotina de entra e sai de pessoas, agendas apertadas e metas a cumprir acabam por desviar o nosso olhar dos ambientes dos escritórios.

Que tal usar esse momento para pensar em revigorar os espaços? Aproveite que todos estão fora e pense como melhorar a iluminação, a ventilação e o melhor aproveitamento de cada área.

Além de valorizar o ambiente, será uma excelente mensagem de boas vindas para seus colaboradores e clientes! 

Manutenção de ar condicionados

Além das máscaras, álcool gel e alguns cuidados individuais, vamos ter que pensar na manutenção e limpeza dos ambientes e o ar condicionado é um item que cai muito fácil no esquecimento e pode ajudar na circulação de vírus.

Esse momento é ideal para avaliar se está tudo bem com a tubulação, com o trabalho de troca de ar dos aparelhos e o estado dos filtros.

Talvez, em virtude dos cuidados que teremos que tomar após essa pandemia, poderemos diminuir os afastamentos por outras doenças respiratórias e alergias. 

Ameaças de sempre, só que mais desafiadoras

Quem é empreendedor no Brasil não tem muito sossego. Cada movimento político gera solavancos na bolsa, no câmbio, nos humores do mercado.

A verdade é que se existe alguém melhor preparado emocionalmente para suportar os estragos de uma pandemia, esse povo está na América Latina e mais precisamente no seu maior país.

Saber conviver com a recessão é a nossa virtude (ou o nosso infortúnio).

Cada dia é um dia e para cada acontecimento é necessário pensar em uma nova resposta. Por isso, o plano de negócios deve estar sobre a mesa para ser realinhado e analisado quase que diariamente.

Pensar quais serão os cenários que vivenciaremos daqui a 3, 6, 12 meses é um exercício que precisa ser feito.

É necessário manter a comunicação mais frequente com os clientes e fornecedores para prever possíveis rupturas que possam comprometer o planejamento.

Pense na posssiblidade de rever acordos e contratos que possam estar em desequilíbrio nesse momento e procure renegociar.

Se por um lado o trabalho remoto traz conforto para os colaboradores, também pode gerar temores. Muitas pessoas não se sentem seguras quando não estão no seu tradicional ambiente de trabalho. Isso pode desencadear a procrastinação e a perda da qualidade. Reserve um tempo para se comunicar com sua equipe para ajudar na estabilidade emocional de todos.

Covi 19: inteligência e design
Photo by allwork.space

Outoo ID: Inteligência e design

A plataforma da Outoo foi também uma vítima do isolamento social provocado pelo Coronavírus. 

Nossa missão é justamente contribuir para o compartilhamento de espaços, melhorando a qualidade da vida das pessoas, diminuindo deslocamentos e proporcionando a criação de um ecossistema através da oferta e procura de espaços, fora do escritório ou de casa.

Mas, neste momento, o Outoo nada pode fazer, pois as pessoas não podem se valer dos recursos do aplicativo.

E essa situação realmente impactante poderia ser uma razão para que sua fundadora desse app de busca e oferta de espaços de trabalho out of office, Fernanda Mourão, procrastinasse as ações de incremento de novos projetos.

Mas, como o Otto, nosso embaixador, ela também arregaçou as mangas e transformou a crise em oportunidade.

Assim, ela avisou no seu perfil do Linkedin seus novos passos em direção ao futuro.

two women sitting in front of white table
Covi 19: inteligência e design
Photo by You X Ventures on Unsplash

Desenhar novas estratégias

Fernanda já havia criado o OutooID que estava operando em fase experimental, atendendo a pessoas próximas. Mas percebeu, assim como muitos visionários que criaram grandes possibilidades em crises, que era momento de ir além. 

Ela já tinha a percepção, antes da pandemia, de que em algum momento a tendência do home office iria caminhar a passos largos.

Seguindo a sua intuição, ela investia, há algum tempo, para oferecer o serviço de projetos de novos espaços de trabalho e redesenhar os existentes.

A ideia era propor “ home offices mais adequados e escritórios corporativos reduzidos ou ressignificados, pelo crescimento do trabalho remoto“. 

Os coworkings, que até então, não pensaram na proteção dos usuários contra surtos e epidemias e  precisarão rever o distanciamento nos seus espaços.

E todos necessitarão utilizar de forma mais racional os locais que podem ficar vazios.

Essas são algumas das finalidades desse novo conceito, conforme o que ela publicou em seu perfil:

  • Adicionar aos espaços mais áreas ao ar livre, ventilação, vegetação, multifuncionalidade
  • Repensar o tamanho dos espaços e distribuição dos colaboradores dentro do escritório e fora dele, e desenhar uma nova estratégia de real estate
  • Migrar para escritórios satélites, espaços menores, privados ou compartilhados, distribuídos ao invés de uma só sede
  • Propor adaptações de layouts, aproveitando o que já se tem de estrutura e móveis e indicando complementos quando necessário
  • Rever tipos de materiais usados na arquitetura de interiores e superfícies de contato das pessoas
  • Repensar a própria casa e uso dos espaços para um novo padrão de home office

A “Outoo ID – Inteligência e Design para espaços de trabalho” vai contar com parceiros multidisciplinares, e metodologias de design estratégico para oferecer os serviços. 

Assim como a Fernanda você também pode aproveitar o momento para inovar.

Quer saber um pouco mais sobre isso? Manda uma mensagem para a Fernanda ou um e-mail para outooid@outoo.com.br  e saia na frente em design de espaços de trabalho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *