Missão férias II: 7 dicas para a rotina do home office

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on reddit
Share on telegram
Share on whatsapp

(opens in a new tab)

Quem trabalha home office tem sempre uma preocupação a mais nas épocas de férias e festas.

homem afrodescendente com menina de quatro anos no colo
Missão Férias II: o desafio do home office no período de férias e festas

O ritmo fica mais frenético para o trabalho e os familiares começam a ficar mais tempo em casa.

Quando se tem crianças na família, ou alguns parentes distantes resolvem vir para as festas e ficar em casa, então, a coisa complica ainda mais.

Não queremos que você passe o Réveillon sozinho ou em desarmonia com as pessoas que você ama.

Por isso, e para que você não perca seus prazos e ainda saia bem na foto da família, segue 7 dicas para trabalhar home office:

1.Tempo de aprender e ensinar: entre no clima

O Natal e o dia da Paz e Confraternização Universal (1º de janeiro) são datas em que se devem reforçar alguns valores.

    • o amor ao próximo,
    • o respeito,
    • a tolerância,
  • e a gratidão.

Mas todos os dias a harmonia familiar precisa ser cultivada.

Cada pessoa é importante e tem que se sentir valorizada.

Muitas vezes, as pessoas nos incomodam e não sabem disso.

Estamos num período de transição de costumes.

E provavelmente a maioria das pessoas da sua família nem sabem que existe hoje uma cultura global que está transpondo barreiras e quebrando paradigmas: a Gig Economy.

Talvez você seja um pioneiro na sua família.

E o pioneirismo é algo que precisa de paciência e muita ação educativa.

Se você perder a postura, vai criar uma impressão errada do seu trabalho.

Aproveite o clima de festas e ensine sobre o futuro das relações profissionais.

Não seja um estranho no ninho,

mas um pássaro que está voando mais longe!

Certamente futuras gerações do seu clã vão reverenciar você pela ousadia e espírito visionário. Você será lembrado como um pássaro que voou para mais longe.

2.Diálogo

Explique o seu trabalho. Fale um pouco da importância dele para seus clientes e para o mercado.

Essa não é uma forma só de conquistar a simpatia e respeito dos familiares, mas também de fazer com eles aprendam que há coisas novas acontecendo no mundo.

E que eles também, em algum momento, podem se beneficiar dessas tendências.

Algumas vezes você vai sentir que está perdendo a paciência, mas respire fundo e conte até 1000.

Se não funcionar, levante e dê uma volta.

Nem todas as pessoas estão prontas para entender o que é a Gig Economy, mas em breve, e com a sua ajuda, tudo isso vai passar.

mulher branca sentada em frente a menino moreno, segurando nas suas mães
Missão férias II: o diálogo é uma forma de aprender e ensinar – explique o seu trabalho.

3. Horário alternativo

Todo mundo já sabe que você é diferente, que trabalha em casa e que sua rotina não tem nada a ver com o resto da família.

Mudar de horário no começo é estranho, mas logo se acostumará.

Para famílias notívagas:

Se a sua família costuma acordar tarde e dormir tarde, inverta a sua rotina:

comece a dormir mais cedo e acordar mais cedo.

Se você for dormir às 22h e acordar às 6 da manhã, você terá quatro horas no mínimo para fazer o trabalho que exige mais concentração e silêncio.

Famílias madrugadoras:

Já se a sua família começa o dia às seis ou sete da manhã, é provável que até as 22 h o pessoal já estará nos braços de Morfeu.

Acorde por volta das 11h da manhã e vá dormir depois das duas.

Isso lhe dará cinco horas de trabalho sem interrupções externas.

Com essas dicas, quando a movimentação na casa começar a atrapalhar, ou você vai dormir, ou você estará terminando seu trabalho.

4. Grupos de trabalho em Coworking

Para quem tem filhos pequenos.

Se você trabalha home office e conhece outras pessoas que também trabalham nesse mesmo regime, perto de sua casa, o coworking pode ser uma boa opção.

Combine para que vocês possam se reunir num mesmo local para trabalhar. Contratem uma cuidadora para as crianças, no limite de quatro, num playground do prédio de alguém do grupo.

Essa é uma boa ideia para manter as crianças por perto e diminuir a ansiedade de conviver com você, mas não tão perto que possam atrasar os projetos.

5.Fone de ouvido x família barulhenta

Você não conseguiu se livrar deles em horários alternativos e a família é barulhenta?

    • Tem gente que acorda cedo,
    • gente que levanta tarde,
    • os parentes do interior estão passeando o tempo todo pela casa
  • as crianças choram e fazem birras

Então, pegue seu fone de ouvido e se enterre no trabalho.

Missão férias II: pegue seu fone de ouvido e se enterre no trabalho

6.Mude de lugar

Se você se senta na mesa da sala de jantar para trabalhar, mude de lugar e fique, de preferência virado para a janela, ou de costas para as áreas de convivência.

Isso vai inibir um pouco as interrupções.

7. Nada funcionou. Ainda haverá uma saída?

Nada funcionou.

Ou você tem medo de que o pessoal ficará chateado com você.

Não se preocupe, ainda há uma saída.

Acesse o Outoo, nosso aplicativo, e busque um lugar ideal para trabalhar nessas férias.

Pode acreditar, o Outoo tem salvado a harmonia familiar de muita gente, em 2018!

E não vai deixar você na mão!

Há coworkings em que você poderá levar seus filhos.

Outros, em que nem vai perceber que já passou o dia.

Para cada estilo de outoffice, há um local que poderá lhe atender.

Gostou de nossas dicas?

Qual delas você utilizará nessas férias? Deixe nos comentários.

2 Replies to “Missão férias II: 7 dicas para a rotina do home office”

  1. Se eu tiver de mudar mais uma vez de lugar, na sala, juro que vou me jogar da janela, rsrs.
    Brincadeira, já estou procurando um outoffice aqui perto…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *